PALAVRA VIVA!!!!

segunda-feira, 29 de março de 2010

“EU ESTAVA ESPERANDO VOCÊ.”

arvore Sawat Havia lançado a desgraça sobre a sua família e desonrado o bom nome de seu pai em sua aldeia. Rumo há bangcoc na Tailândia seu objetivo era escapar da monotonia da vida de aldeia.
Logo de inicio se envolveu com prostituição de menores, evoluindo mais tarde para venda de ópel e intermediando turistas nos hotéis. Desceu tão baixo que entrou no comercio de compra e venda de meninas, algumas com a idade entre 9 e 10 anos, era um  negócio repugnante, vergonhoso  o qual ele se destacava como um dos mais importantes do ramo.
Foi então que lhe puxaram o tapete e ele caiu, perdeu credibilidade  e foi preso, surgiu um boato que ele seria espião da polícia, por fim estava morando em um barraco ao lado do lixão da cidade. Em meio a esse deserto lhe vei a mente a lembrança do pai, cristão simples de uma cidadezinha perto da fronteira da malásia. Sawat lembrou das ultimas palavras de seu pai: “Estarei esperando você.”
O rapaz tentava imaginar se o pai ainda o estaria esperando depois de tudo o que tinha feito, será que o pai o receberia de volta ? Será que os boatos sobre ele tinham chegado a cidade?
Sawat traçou um plano e escreveu: “Querido pai, gostaria tanto de voltar para casa, mas não sei se o senhor me receberá depois de tudo o que eu fiz. Meu pecado é grande demais. Pai, por favor, perdoe-me. Sábado à noite estarei no trem que passa pela aldeia. Se o senhor ainda estiver a minha espera, por favor, amarre um pedaço de pano na peineira da frente de nossa casa. assinado Sawat.”
Em viagem Sawat refletiu e reconheceu o direito do pai em renegálo, Sawat estava muito ancioso, o que faria se não houvesse pano na  paineira?
No banco ao lado de Sawat viajava um senhor que vinha observando a anciedade e o  crescente nervosismo do jovem, ao questionar Sawat o mesmo não resistiu e lhe contou toda história. Ao entrar na aldei Sawat colocou o rosto sobre seus joelhos e pediu para o senhor olhar pela janela, o senhor consegue ver a árvore ? É a única casa com uma paineira.
O estranho respondeu:
Jovem, seu pai não pendurou apenas um pedaço de pano. Veja! ele cobriu a árvore toda!
Sawat não podei crer, os galhos estavam todos encobertos de retalhos coloridos. Na frente da casa, o velho pai pulava de alegria, agitando uma fita branca. Depois, com passos trêmulos, correu ao lado do trem, quando o trem parou o pai foi abraçar o filho, chorando de alegria e dizendo “Eu estava esperando você.”
…O imensurável amor de Deus

Um comentário:

  1. Ola Guilherme!

    Graça e Paz!

    Vim conhecer seu espaço digital. Bom posts! A internet é um espaço precioso onde podemos falar de Jesus e discutir diferentes pontos de vista!

    Aproveitando, faço uma apresentação do meu blog:

    Genizah é um blog cristão diferente. Hilário e divertido, mas que não dispensa a seriedade na defesa do Evangelho. Uma mistura bem balanceada de humor, denuncia e artigos devocionais. No Genizah, você fica sabendo da última novidade do absurdário "gospel", mas também não falta material para inspiração e ótimas mensagens dos melhores pregadores. Genizah é um blog não denominacional apologético, com um time é formado por escritores, pastores, humoristas e chargistas cristãos.

    Aguardo sua visita. Vamos nos seguir!

    Abraços em Cristo e Paz!

    Danilo Fernandes

    http://www.genizahvirtual.com/

    ResponderExcluir

Sua opinião é importante.